Na rota de Adolf Loos em Tchéquia, luxo sem ornamentos

O genial arquiteto autodidata, originário de Brno, viveu em Viena durante a maior parte da vida. Os vários trabalhos por ele realizados em Tchéquia são conservados, e abertos a quem deseja conhecer as revolucionárias ideias de Loos.

Por: Jess Garbarino

Publicado: Septiembre 10, 2019

Adolf Loos é, sem dúvida, um dos arquitetos mais influentes do século 20. Desde a publicação do artigo "Ornamento e delito" até hoje, suas ideias revolucionárias influenciaram as obras dos seus sucessores. Você já ouviu falar sobre minimalismo? Já reparou em uma fachada livre de ornamentos, mas que, no entanto, faz sentido? E os desníveis nos diferentes cômodos? Tais modos de ver a arquitetura e o design de interiores começaram precisamente com Adolf Loos, nascido em Brno no ano de1870.

Arquiteto funcionalista e pioneiro do movimento moderno, Loos baseou seus projetos em três conceitos: raumplan, ou arquitetura da planta espacial - deu a cada ambiente um status e altura diferentes, de acordo com a função; a teoria do terraceamento - a possibilidade de acesso do quarto a um terraço, como uma forma de liberdade pessoal; e a teoria do revestimento - os materiais, únicos adornos aceitos, variam de acordo com a utilidade de cada aposento.

Seus conceitos revolucionários foram colocados em prática em várias das obras que ele realizou na República Tcheca, durante os dois períodos que passou no país - 1907 a 1910; e 1927 a 1932. Embora as vicissitudes históricas tenham resultado na perda de algumas de suas obras, em Tchéquia ainda é possível visitar vários prédios que materializam as suas teorias.

Ainda que Loos tenha nascido em Brno e ali realizado alguns trabalhos para a família Bauen, proprietária de uma refinaria de açúcar, para lembrar Loos só existe nesta cidade um ajuntamento de pedras (perto do Hotel Continental), originárias da pedreira de seu  pai, que indicam o local da casa do arquiteto, aonde ele nasceu. Para ver os melhores exemplos de seu trabalho, você terá que visitar Praga, aonde a Vila Müller é um  marco imperdível; e Pilsen,que conserva magníficas amostras dos interiores de  vários apartamentos projetados por Loos.

Praga: três encontros com Loos

Vila Müller

 O engenheiro e empresário František Müller, com negócios em Pilsen e em Praga, e sua esposa, Milada, encomendaram a Adolf Loos o projeto de uma casa na capital tcheca, para morar e receber convidados. Embora, no início, eles enfrentaram problemas para obter as autorizações necessárias, ao final de 1929 a casa foi construída. Declarada Monumento Cultural Nacional, está aberta ao público desde 2000. Para os amantes da arquitetura, é essencial visitá-la – uma chance para observar os resultados das diferentes teorias de Loos, e conhecer a história dos seus antigos moradores. Os passeios são guiados, e há que reservar com antecedência.

Onde: Nad Hradním vodojemem 14/642, Praga 6, Střešovice.  

Vila Winternitz

Em 1931, o advogado israelita Josef Winternitz encarregou Loos de projetar e construir a sua casa. Antes de concluí-la, Loos morreu (1933), a partir de quando a obra foi assumida pelo seu socio, Karel Lhota, que a concluiu.

Na vila, Josef Winternitz viveu com a esposa, Jenny, e seus filhos, Suzana e Petr. Os homens morreram nas câmaras de gás nazistas, enquanto as mulheres conseguiram sobreviver. Seu neto e atual proprietário, Stanislav Cysař, reconstruiu a vila – outro bem exemplo de distribuição espacial baseada no conceito Raumplan. A casa pode ser visitada com auxílio de uma guia impressa, e é oferecida a possibilidade  de hospedagem ali, por uma noite.

Onde: Na Cihlářce 10, Praga 5, Smíchov.

Apartamento de Adolf Loos e Galeria

Em 1907, em Pilsen, Loos projetou os interiores de um apartamento para o casal Martha e Wilhelm Hirsch. Vinte anos depois, a família convocou novamente o arquiteto, desta vez para inclui um andar acima, onde seria o apartamento destinado ao filho único do casal, Richard. A maioria das peças que compunham esta ampliação foi recuperada há alguns anos e levada à Praga. Aqui, o professor Burkhardt Rukschcio, especialista nos trabalhos de Loos, supervisionou o trabalho de restauração. As peças recuperadas foram instaladas em um espaço com dimensões semelhantes às do apartamento original. Localizado ao lado de uma galeria de arte, o espaço é aberto à visitação.

Onde: U Starého hřbitova 40/6, Praga 1, Josefov

Pilsen: três passeios guiados, oito interiores

Visita guiada aos apartamentos das famílias Vogel e Kraus

A visita guiada 1 começa no apartamento dos Vogel, projetado em 1929. No segundo andar estão as salas de estar e de jantar, preservadas e restauradas. O passeio segue para o apartamento dos Kraus, de 1930, um dos mais belos que o arquiteto projetou na cidade. Você poderá apreciar detalhes geniais e conhecer a triste história da família.

Canales relacionados

Experiencia de viagem