Montanhas dos Gigantes, para relaxar ou praticar esportes

A partir de Praga, a apenas duas horas de carro no rumo Nordeste, você chegará ao Parque Nacional Krkonoše, um paraíso entre as montanhas mais altas e as florestas mais frondosas da República Tcheca. Um lugar com neve no inverno, ideal para esquiar, assim como excepcional no verão, para caminhadas e prática de vários esportes.

Por: Joaquín del Palacio

Publicado: Septiembre 05, 2019

No coração do Parque Nacional Krkonoše está Špindlerův Mlýn, tão bonito quanto os melhores destinos de neve do mundo. No verão, é fantástico desfrutar do frescor oferecido pelas florestas e montanhas que cercam o parque. O lugar é imperdível para vivenciar momentos inesquecíveis junto à natureza tcheca.

Um alojamento muito especial no centro

Em Špindlerův Mlýn, a estrada começa e termina no paraíso. Esta bela vila de montanha é rodeada por pistas de esqui. No verão, se converte em um destino estratégico, em meio ao Parque Nacional. É um lugar magnífico para desfrutar de trilhas, e até praticar bobsleigh sobre rodas, uma experiência intensa e relaxante que todos deveriam experimentar.

O teto tcheco, ao Leste

Krkonoše tem paisagens montanhosas e uma riqueza natural com tal qualidade que em 1963 foi declarado Parque Nacional; e Reserva de Biosfera, em 1992. As famosas Montanhas Gigantes culminam no pico Sněžka; e Reserva de Biosfera, em 1992. As famosas Montanhas Gigantes culminam no pico Sněžka (1.603 m), que em tcheco significa “coberto de neve”.  Pertence à cadeia montanhosa dos Sudetes, na porção fronteiriça entre a República Tcheca e a Alemanha, faz fronteira com a Polônia e se estende por quilométrico  território de montanhas, florestas, rios, cachoeiras e paisagens naturais que podem ser acessadas com relativa facilidade. Para chegar à parte oriental do parque, é melhor entrar através da vila de Pec pod Sněžkou.

Durante o inverno envolto em branco, Pec pod Sněžkou se transforma no paraíso do esqui e do trenó ; no verão, enfeitado pelo verde, é o momento para os trilheiros que querem chegar ao teto tcheco e, desde os mirantes, apreciar vistas de um lugar que passou despercebido durante a Segunda Guerra Mundial.

As montanhas são também ricas em mineração. Ainda em 1456, um mercador veneziano relatou que estivera por aquelas regiões em busca de pedras preciosas. Posteriormente, ali nasceu um assentamento, originado na intenção de usufruir da riqueza subterrânea.

Acesso direto

Ao Oeste está o município de Harrachov, na estrada E-65 entre Praga e Wroclav, na Polônia. Este lugar é bem conhecido por suas competições de salto de esqui e pela grande torre que ostenta a pista principal.

É também um dos paraísos para os esportistas, porque em Harrachov todos têm um esporte para praticar. Sejam os amantes de montanhas que as percorrem em bicicletas, os que descem os rios, ou os que apreciam esportes em espaços organizados, como golfistas, tenistas e futebolistas, todos se sentirão em casa. Você também pode voar em parapente, andar de quadriciclo e... Apreciar a cultura de modo peculiar!

Em Harrachov há um museu sobre o Cristal da Boêmia , que é também fábrica de cristal e de cerveja, restaurante e spa, aonde é utilizada cerveja para tratar a pele e rejuvenescer o corpo e a mente. Sim. Tudo em um. Talvez seja possível viver neste lugar sem ter que sair... Enquanto isso, do lado de fora, estarão à espera a natureza em sua forma mais pura, e as diversas possibilidades de exercícios. E toda uma experiência!

Canales relacionados

Experiencia de viagem