Em Praga, luxo e austeridade em duas casas funcionalistas

As vilas Müller e Rothmayer são dois excelentes exemplos da arquitetura funcionalista. Sem dúvida, elas são baseadas em ideias muito diferentes. A primeira, na excelência das matérias primas, sem a preocupação com gastos; e a segunda, na reciclagem e na economia. Ambas são abertas à visitação.

Por: Jess Garbarino

Publicado: Septiembre 06, 2019

Adolf Loos e Otto Rothmayer, arquitetos funcionalistas, privilegiavam a praticidade dos espaços e abominavam a ornamentação. Mas, quando se trata de traduzir as ideias deles, chega-se a resultados muito diferentes. Enquanto Loos utilizava acabamentos caros, da mais alta qualidade - a única decoração nas casas que construía para seus clientes ricos, o arquiteto Rothmayer recuperava peças nas demolições e as reciclava, dando-lhes um segundo olhar e somando o benefício da economia.

A cidade de Praga tem dois exemplos esplêndidos do trabalho destes arquitetos – a Vila Müller, habitação de vanguarda que Loos concebeu para František Müller; e a Vila Rothmayer, que este arquiteto projetou para a sua própria família.

Villa Müller

Data de construção: 1928-30
Arquiteto: Adolf Loos, com a colaboração de Karel Lhota
Aberta ao público desde 2000
Entrada: 300 coroas tchecas (com variações)

O empresário František Müller queria uma casa em Praga, para morar com sua esposa Milada e sua filha Eva. Deveria servir também para fazer reuniões sociais e empresariais. Daí que ele encomendou o projeto ao já então famoso arquiteto Adolf Loos.

As autorizações para realizar o trabalho foram demoradas - as autoridades públicas entendiam que as linhas incomuns do desenho de Loos contrastavam com o estilo do bairro. Enfim, após impasse que iniciou em 1928, em 1930 a casa foi construída em apenas 10 meses, e a família passou a ocupá-la.

A visita guiada começa nos jardins (também projetados por Loos), para que a casa seja apreciada a partir do exterior, e sejam conhecidos alguns conceitos que levaram ao projeto. Depois, você entra pela recepção e chega à grande sala – principal aposento da casa. Ali você verá a forma utilizada por Loos para concretizar a sua ideia de raumplan, ou arquitetura da planta espacial - cada ambiente com diferente status e altura, de acordo com a sua função.

Ali há também uma curiosa coleção de assentos, para que cada qual escolhesse o mais adequado a si, e observar os soberbos materiais usados nos acabamentos, assim como a peculiar simetria que o grande arquiteto costumava aplicar em seus trabalhos. Um pouco mais acima está a luxuosa sala de jantar, e nela, uma vitrina que exibe taças e copos saídos da criatividade de Loos. Os detalhes sofisticados deste ambiente contrastam com a simplicidade da área de serviço anexa.

O passeio avança por um conjunto de escadas que levam a diferentes ambientes, cada um com uma função: o estúdio de Milada, o banheiro de František, vestiários, banheiros, quartos, espaço para crianças, quartos de hóspedes, uma sala de verão para refeições, decorada com motivos japoneses e ligada a um terraço, cozinha, sala de máquinas, lavanderia, até chegar à garagem da casa, que guarda um carro de época, semelhante ao que pertenceu à família Müller.

Assim termina o passeio a uma das joias da arquitetura do século 20, declarada Monumento Cultural Nacional e, certamente, a obra mais importante de Adolf Loos em seu país natal.

Aonde

Nad Hradním vodojemem 14
160 00 Praga 6 - Střešovice
Fone +420 224 312 012

Villa Rothmayer

Data de construção: 1928-29 Arquiteto: Otto Rothmayer
Aberta ao público desde 2015
Entrada: 180 coroas tchecas (com variações)

Uma larga escada em espiral é o eixo da casa que Otto Rothmayer projetou para viver em Praga com sua esposa e seu filho. Para projetá-la, ele foi inspirado pela Vila Stadion, criada em Liubliana por seu mentor, o arquiteto esloveno Jože Plečnik.

Por primeiro, a visita guiada conduz à cozinha, criada para ser o coração da casa. O mobiliário, feito com madeira de baixo custo, tem um design impecável, saído da sagacidade de Jan Vaněk. Alguns utensílios originais remanescem.

O próximo aposento a visitar é o estúdio de Božena Horneková (ou Rothmayerová, sobrenome de casada), esposa do arquiteto e artista têxtil, muito ativa e independente, com estilo de vida avançado para o seu tempo, que precisava do seu próprio espaço para trabalhar.

Em seguida, o banheiro, onde uma bancada de mármore se destaca como o elemento mais caro em toda a casa, cuja característica mais notável é que ela foi feita com materiais de baixo custo, e peças de demolição recicladas.

Um pouco mais acima está o escritório aconchegante e iluminado do arquiteto, com fotos e objetos que lhe serviram de inspiração. Segue-se o quarto do seu filho Jan, amante da tecnologia e da música. Em 2011, Jan vendeu a propriedade para a cidade de Praga.

Finalmente, o passeio leva ao jardim de inverno e ao terraço, que propõe a atmosfera de um barco. Durante os anos 50, a casa foi transformada em um oásis de calma, palco de repetidas reuniões sociais com os amigos do círculo intelectual dos Rothmayer. Delas, muitas lembranças podem ser vistas durante a visita, especialmente na oficina que a família mantinha no andar térreo.

Como toque final, há a caminhada pelos belos jardins que cercam a casa. Aproveite a visita mais um pouco, para contagiar-se com a calma proposta pelos jardins.

Aonde:

U Páté baterie 50
162 00 Praga 6 - Břevnov
Fone +420 233 323 957

 

Canales relacionados

Experiencia de viagem